MIOPIA, HIPERMETROPIA E ASTIGMATISMO

Miopia

A Miopia é a condição que faz com que os olhos não sejam capazes de enxergar claramente os objetos que estão longe. O olho míope apresenta uma curvatura corneana acentuada, com comprimento do olho além do normal; por esse motivo, a formação da imagem se dá antes da retina, resultando em uma baixa de visão.

O principal fator que influencia o aparecimento da miopia é a hereditariedade e, normalmente, aumenta durante a fase de crescimento (até 19 anos). Hábitos como a leitura, utilizar a visão com pouca luz ou deficiências de nutrição não têm qualquer efeito sobre a miopia.

Hipermetropia

A hipermetropia tem origem no globo ocular e trata-se de um erro de refração que faz com que os raios luminosos que vão em direção aos olhos se encontrem num foco atrás da retina e não sobre ela, como é para um olho normal. Isso causa dificuldade para enxergar objetos próximos e principalmente para leitura de textos.

Astigmatismo

O Astigmatismo ocorre quando a córnea apresenta maior curvatura em um de seus eixos, o que distorce a visão tanto para perto quanto para longe. A córnea normalmente é, a grosso modo, esférica, enquanto no paciente com astigmatismo, é ovalada.

Essa irregularidade na curvatura da córnea faz com que os raios de luz não cheguem ao mesmo ponto na retina, com isso, a imagem levada ao cérebro torna-se deformada, distorcida ou desfocada.

Tratamento

A técnica do MEL 90 Excimer Laser é considerada uma das mais revolucionárias para remodelar a superfície da córnea. O procedimento identifica imperfeições do olho, que também interferem na qualidade da visão. Essas informações são passadas para o laser no momento do tratamento, personalizando a aplicação; com isso, o grau passa a ser medido e tratado com precisão centesimal e não em medidas fracionadas de 0,25, como as antigas receitas de óculos. O resultado é uma visão mais nítida, podendo, inclusive, superar a visão anterior.

A correção a laser é indolor, mas é possível sentir apenas um leve desconforto, semelhante a quando se utiliza lentes de contato por longos períodos. No dia seguinte o paciente já pode voltar ao trabalho, com poucas restrições.

Dúvidas Frequentes

Assim como os seus olhos, o plano de tratamento cirúrgico é diferente para cada caso. Para um diagnóstico preciso, incluímos como rotina em todo o pré-operatório os exames de WaveFront, Ocular Response Analyzer (ORA), Oculyzer Pentacam e o Topolyzer (para topografias). Isso quer dizer que podemos recomendar a você o melhor tratamento cirúrgico a laser, através de uma ampla gama de opções de convênios de saúde, além de condições especiais de pagamento.

Todos os pacientes são avaliados de maneira completa durante a consulta. Se for apropriado incluir o exame WaveFront em seu plano de tratamento, certamente o faremos.

Clínicas oftalmológicas têm critérios diferentes para o tratamento dos pacientes. Nos casos mais complexos e até contraindicados anteriormente, com uma equipe altamente qualificada e instrumentos tecnológicos de última geração, poderemos reavaliar o seu caso e confirmar ou não a contraindicação.

A equipe do HCO irá lhe aconselhar e realizar outros tratamentos para a correção da visão que não utilizem o laser, caso esse procedimento seja contraindicado para você. Seu oftalmologista irá aconselhá-lo quanto às opções, baseado nos dados detalhados da sua consulta e dos seus exames.

Caso venha dirigindo, aconselhamos a presença de um acompanhante, uma vez que os colírios utilizados nos exames podem afetar a visão por um período de tempo (colírios de dilatação da pupila).

Sim, a maioria dos pacientes trata os dois olhos no mesmo dia.

A reabilitação visual após o tratamento é rápida, a maioria das pessoas alcança boa visão logo após a cirurgia, mas sua visão irá melhorar ainda mais no prazo de duas a três semanas.

A cirurgia ocular a laser vem sendo realizada há mais de 20 anos e todas as complicações documentadas foram encontradas no primeiro ano. No entanto, existem alguns raros registros de casos ocorridos nos anos subsequentes, que foram queixas como ofuscamento, cicatrização tardia e brilho noturno (halos), porém, quase todos os casos, são tratáveis.

Os efeitos do tratamento a laser são permanentes, mas seus olhos podem mudar com o tempo. Por isso, recomenda-se que o procedimento seja realizado após as principais alterações de visão terem ocorrido na sua vida. O cirurgião pode revisar as mudanças que você teve e ajudá-lo a decidir se deve ou não se submeter ao tratamento.

Não, o tratamento é completamente indolor. Contudo, pode ser que você sinta alguma forma de desconforto e lacrimejamento por algumas horas, após a cirurgia ocular a laser.

Hoje em dia, com todos os avanços tecnológicos, é possível tratar de casos que foram contraindicados anteriormente em função de graus refrativos elevados, córneas mais finas, córneas irregulares e pacientes que operaram de miopia pela antiga técnica da ceratotomia radial com bisturi de diamante. Além disso, mais de 99% dos nossos pacientes são capazes de dirigir sem óculos depois do tratamento a laser. No momento da sua consulta, nós iremos discutir o que pode ser alcançado no seu caso em particular.

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Políticas de Privacidade e Termos e condições, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.